Baby-Led Weaning – tire as suas duvidas

top-view-infant-baby-eating-by-baby-led-weaning-blw-finger-foods-concept_38678-2918

De certeza que já deve ter ouvido falar em Baby-Led Weaning mas afinal o que é isso? Como podem bebés tão pequeninos comerem sozinhos e isso ser seguros? São perguntas que afligem os pais, mas neste artigo vamos tentar desmistificar este termo e esclarecer as suas dúvidas.

O Baby-Led Weaning (BLW) foi descrito pela primeira vez por Gill Rapley, em 2005, como um método alternativo à diversificação alimentar tradicional.

Este método promove a autoalimentação da criança, a partir dos 6 meses de idade, através da oferta de pedaços inteiros de alimentos,

preferencialmente da refeição familiar, que a criança ingere com as suas mãos.

Com este método a criança é estimulada a comer ao seu ritmo, sem pressas, sem uma ordem especifica e sem recursos a purés.

Amamentação

Para os defensores do Baby-Led Weaning, os bebés devem ser amamentados em exclusivo até aos 6 meses de idade,

tanto com leite materno como com o leite de fórmula.

Depois dos 6 meses, o bebé será convidado a experimentar alimentos sólidos mas com a sua própria mão,

aproveitando que é na idade que estes estão a desenvolver a motrocidade fina e melhorando a forma de pegar nos alimentos.

Os alimentos deverão ser os mesmo que os da família no entanto deverão ser cortados tipo “finger foods”.

Normalmente o que assusta muito os pais é principalmente o medo de asfixia, em relação a este assunto, em qualquer método que escolha para alimentar o seu filho, irá correr esse risco.

Estudos demonstram que o baby led weaning não aumenta o risco, no entanto os pais devem estar alerta e sempre vigilantes durante a refeição dos mais pequenos.

Por fim se pretender ter mais informações sobre o assunto aconselhamos a consultar o Guia da Associação Portuguesa de Nutrição.

Para facilitar esta etapa dispomos de alguns artigos que podem ser interessantes, tais como estes pratos e estes.

Baby led weaning
Easy Mat
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on print
Print

Deixe uma resposta

Close Menu