Chupetas –  Vantagens e desvantagens do uso das chupetas

Chupetas – Vantagens e desvantagens do uso das chupetas

Uma chupeta é um pequeno acessório em forma de mamilo, que é colocado na boca do bebé para o acalmar. Os bebés têm um reflexo de sucção natural, que ajuda a mamar no peito das mamãs e como a chupeta assemelha-se a um mamilo, um bebé pode se sentir calmo e seguro. É por esta razão que, na sua generalidade, os bebés aceitam rapidamente as chupetas

Vantagens do uso da chupeta

Reduz o risco de Síndrome de Morte Súbita Infantil (SMSI)
  • Especialistas afirmam que o uso de uma chupeta reduz o risco de SMSI, uma vez que ajuda a abrir mais as vias respiratórias e permite ao bebé respirar melhor. Isto é o resultado de um estudo estudo da AAP (Associação Americana de Pediatria) .
Alívio das cólicas
  • Pode ajudar a aliviar as cólicas, pois o reflexo de chupar traz uma sensação de segurança e acalma o bebé e os pais podem usar o acessório para controlar as repetidas crises de cólicas no bebé, embora haja alturas em que o bebé esteja apenas rabugento, e nenhuma solução funciona, e nestas situações, as chupetas podem aliviar a agitação, trabalhando como distração e alívio.
Alívio da dor
  • A chupeta é conhecida por aliviar a dor em bebés submetidos a procedimentos invasivos, tais como punção lombar, inserção de catéteres, e até imunização. Não se sabe como uma chupeta ajuda, mas acredita-se que o estímulo do reflexo de sucção alivia a dor e por este motivo, recomenda-se que os bebés recebam uma chupeta antes de se realizar qualquer procedimento médico invasivo.
Útil durante as viagens aéreas
  • As mudanças abruptas na pressão do ar durante o voo provocam sensações nos ouvidos e fazem com que os bebés se sintam desconfortáveis e nestas situações as chupetas ajudam a manter a boca do bebé ocupada com o reflexo de sucção, o que normaliza a pressão do ar no ouvido.
Beneficia o recém-nascido prematuro
  • Os bebés prematuros têm um mau reflexo de sucção devido a um desenvolvimento físico incompleto. Estudos mostram que a sucção não nutritiva, utilizando uma chupeta, ajuda um bebé prematuro a melhorar o reflexo de sucção, que é vital para a amamentação. O exercício do reflexo de sucção também tem sido usado como ajuda à digestão em bebés prematuros.

Desvantagens do uso da chupeta

Interferência com a amamentação
  • A introdução precoce de uma chupeta, pode levar a confusão com o mamilo da mãe, pois o bebé pode ficar confuso entre o mamilo e a chupeta. Esta confusão é observada em bebés a termo, e é diferente dos bebés prematuros, onde as chupetas são utilizadas para exercitar o reflexo de sucção.
Impacto na saúde dentária e oral:
  • A utilização de chupetas a longo prazo pode afetar a saúde dentária do bebé, pois as crianças que utilizam chupetas para além dos quatro anos de idade apresentam efeitos adversos como o desalinhamento dos dentes permanentes. Também, bebés que utilizam chupetas com açúcar ou com mel ou com sabor a mel, apresentam um risco mais elevado de cárie dentária e infeções orais.
Risco de infeções dos ouvidos
  • As chupetas contaminadas e sujas podem transferir bactérias da boca para o que pode levar a uma otite. Isto pode acontecer também devido à falta de higiene. 

Devemos ou não dar uma chupeta ao nosso bebé?

Na nossa opinião e segundo a AAP, pode dar ao bebé uma chupeta, uma vez que já sabemos que as chupetas têm vários benefícios comprovados. 

O que deve ter em conta quando decidir dar a chupeta ao seu bebé

Idade do bebé
  • O bebé deve ter pelo menos quatro semanas (quase um mês) antes de o introduzir a uma chupeta, pois até quatro semanas, a amamentação é estabelecida, e assim, uma chupeta não interferirá com o processo.
O meu bebé precisa de uma chupeta?
  • Se o bebé não quiser usar uma chupeta, então não há problema, tente mais tarde, ou então, o bebé simplesmente não quer.

Lembre-se, a decisão de dar ou não uma chupeta ao seu bebé é finalmente sua. Mas em alguns casos, é um claro não.

Deixe uma resposta